rogbenites@gmail.com

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Rogério Benites do PSOL, impede 100 demissões na Santa Casa

No final da reunião muitos colegas não aguentaram a espera e foram até o hospital para saber se tinha carta em seu nome, muitos sairam com lágrimas nos olhos, outros aos prantos, perderam seu único sustento e de sua famila, anos de dedicação a profissão. Foram demitidos 60 % de técnicos e auxiliares, o restante de outros setores do hospital, demitiram também funcionários da CIPA e membros da direção do sindicato, assim como colegas grávidas. Para mim que sempre lutei pelo emprego e direitos dos trabalhadores, e os meus colegas sabem bem, quando a direção do hospital em 2007 tentou demitir o mesmo número de funcionários, e eu impedi, enfrentando a direção e o próprio sindicato, dizendo que eles estavam ali éra para solucionar os problemas do hospital e não para aumentá-los ainda mais, e que não aceitaríamos DEMISSÃO alguma, se alguém fosse sair seria a direçaõ e não nós trabalhadores, que durante anos levamos o hospital nas costas, com nosso sangue, suor e dinheiro.


Naquele dia conseguimos estancar as demissões, que já estavam sendo implementadas inicialmente com os aposentados, destruimos a lista dos colegas que iriam sair, IMPEDIMOS AS DEMISSÕES de mais de 100 trabalhadores. Rejane chefe da nutrição, ao qual tenho maior respeito como ser humano e profissional, também não aceitou nomear quem sairia, na lista dos coordenadores de setor, ela sabia dos atos irresponsáveis da administradora e da provedora, hoje investigada sobre o desvio de mais de 500 mil reais dos cofres do hospital.


Fizeram de tudo para me afastar do hospital, conseguiram, injustamente me demitiram também, mesmo possuindo estabilidade, sou membro da CIPA, apezar da sentença judicial favorável a mim, anulando as eleiçõe de 2008, decretando que se realize novamente incluindo meu nome, não foi o tempo suficiente para impedir novamente as DEMISSÕES.


O medo, as ameaças, as cameras filmadoras, anestesiaram os trabalhadores, sem alternativa, acreditaram em seu algoz, o próprio sindicato da saúde. Sair com uma mão na frente e outra atraz, sem receber as verbas recissórias, é realmente muita injustiça, muito triste para chefes de familias.


Todos queremos a reabertura do hospital o mais breve possivel, mas ninguém, a não ser nós do PSOL, fala a respeito dos desvios de recursos do hospital, pelo aparelhamento político, que deu sustentação para o prefeito e para os vereadores.


A nossa posição política, sempre foi muito clara e firme, não as DEMISSÕES, a nenhuma demissão, queremos um hospital totalmente SUS, FEDERALIZADO, atendendo dignamente a nossa população.


Mas os governos WAINER/YEDA/LULA, acharam os culpados para as más gestões, para corrupção, a falta de transparencia, foram os TRABALHADORES E O POVO, os trabalhadores perderam seu sustento, o povo perderá leitos, que serão reduzidos, é a corda rebentando sempre do lado mais fraco, muitos dizem sempre foi assim.


O DIA QUE O POVO ABRIR OS OLHOS EXPULSAREM OS REPRESENTANTES DOS PARTIDOS ENVOLVIDOS NA CORRUPÇÃO, A CORDA REBENTARÁ NO LADO DO FORTES.




 Seria histórico, se conseguissemos impedir a injustiça das demissões.  Os trabalhadores ao chegar em casa, imaginar, contando para suas familias:


Rogério Benites do PSOL, impediu as 100 demissões na Santa Casa novamente.

Nenhum comentário: