rogbenites@gmail.com

sábado, 31 de julho de 2010

Direto do blog da Luciana Genro....

Rogério Benites e Juliano Fripp


29/07/2010

Conheçam o blog de nosso candidato Rogério Benites, deputado federal que representa a luta do povo da fronteira, em Livramento: rogeriobenites.blogspot.com



E também o blog do nosso candidato a deputado estadual Juliano Fripp, que representa a luta dos camelôs de Porto Alegre: www.julianofripp50633.blogspot.com

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Lula, Mujica, Livramento seus 187 anos....

Lula e Mujica vieram, bom sinal a fronteira è tema nas discussoes da chancelarias, nos informes sobre so presidentes.

A chuva atè agora nao chegou, fez um lindo dia, fomos para o Ovino e Vinho panfletear, o povo nos recebe e busca participar do processo de luta contra a corrupçao em defesa da saùde e da educaçao.

No inicio da noìte conversamos com o pessoal da UFRGS, docentes e dicentes que estao fazendo pesquisa sobre a nossa regiao, colocamos a eles um visao diferente de sociedade, com um anàlise concreta da realidade concreta, onde somente com a participaçao de nosso povo com a concientizaçao da importancia da luta polìtica, quebrando os paradigmas, e, principalmente a luta contra a corrupçao ao qual estao os principais partidos polìticos e seus representantes.

quinta-feira, 29 de julho de 2010

BETI, A VIDA TRAZ A FELICIDADE AO HOSPITAL



Ontem recebi a visita da Laila um bebe de três meses linda, filha da Silvia colega do hospital, ficou no meu colo o tempo e quem sua mãe resolvia seus assuntos no departamento de pessoal.

Hoje tivemos a despedida de minha amiga e colega a Beti da nutrição, aposentou-se e pediu para sair, para ter tranqüilidade, para dar lugar a outros. As colegas da nutrição organizaram uma festa linda e saborosa de despedida.

Gostaríamos de poder dar-te um grande presente em nome de todos os colegas e da população santanense que se alimentou com tuas saborosas comidas que fizeste por muitos anos em que tiveste na nutrição do hospital Santa Casa de Misericórdia.

Graças ao nosso trabalho, trabalho em defesa dos trabalhadores e do próprio hospital, muitas colegas conseguiram se aposentar, infelizmente tem que sair sem seus direitos trabalhistas em dia, por eles continuaremos lutando.

Mas feliz, pois aqui fizeste amigos, obrigado, muito obrigado em nome de todos, minha amiga conte sempre conosco, valeu.

BEIJOOSSSSSSSS

 
O PSOL è esta ferramenta disposta e consciente da transformação social, faça parte conosco.

Para ajudar na luta contra a CORRUPÇAO, pela “Estadualização do Hospital Santa Casa de Misericórdia”, em conjunto com a UERGS, garantido o atendimento a saúde pública e gratuita pelo SUS e os direitos dos trabalhadores.

Para termos escolas estaduais em turno integral, para educar verdadeiramente nossos filhos, com a presença do Estado, valorizando os professores e funcionários públicos.

Compareça ao nosso comitê eleitoral na Rua Silveira Martins, próximo ao Lanifício Albornoz, pegue material, levante nossa bandeira, mande email para amigos, ceda o muro de sua casa para colarmos os nossos cartazes, coloque suas idéias, participe....








quarta-feira, 28 de julho de 2010

Diàrio de uma campanha em defesa dos trabalhadores e do povo santanense




O dia està inciando para mim as 06:00 da manha, quando inicio minha preparaçao para enfrentar mais um dia de luta e trabalho no hospital Santa Casa.

A lua cheia està minguando, inicia uma pancada de chuva que logo para, clareia um lindo e ensolarado dia, hoje nao sofri assèdio por parte da direçao e do provedor da Santa Casa com acussaçoes infundadas e inveridicas a respeito, em cartas direcionadas a minha casa onde afirmam que nao estou cumprindo com minhas funçoes e portanto se acham no direito de tentar me intimidar com ADVERTENCIA DISCIPLINAR, utilizam uma instituiçao com fins de pisar nas pessoas, è muito triste, continua a politicagem là dentro. Vou ver com minha assessoria juridica o que fazer com voces, no meu etendimento darei parte na policia e no MPT, por perseguiçao a membro da CIPA.

Tratem de pagar nossas fèrias coletivas, chamar os colegas que estao com os contratos suspensos, trazer a UTI de vez, dar melhores condiçoes de trabalho para que possamos prestar um atendimento de qualidade para a populaçao que està cansada de sofrer. Està na hora de acabar com a perseguiçao politica dentro do hospital, vide a demissao do colega Sèrginho e o assèdio a minha pessoa, voces que estao a frente da direçao sao os mesmos que fecharam o Armour, cooperativa e agora estao fazendo de tudo para fechar o hospital, o mesmo grupo do psdb do presidente da camara do vice de Wainer, aviso nao vamos permitir, peçam para sair enquanto è tempo, tchau.

Sei de minhas responsabilidades de minha funçao de porteiro do pàtio interno do hospital, cabe lembrar que sou membro da CIPA eleito pelos trabalhadores, para defende-los, lutar pelo hospital e pela saùde pùblica e gratuita atravès do SUS para o povo e disso nao abro mao.

Saio as 13:00 horas do trabalho, vou direto para o nosso comite na Silveira Martins, là almoço e de imediato jà inicio a panfletagem que hoje se estendeu atè as 19:00, apòs nos reunimos para traçar a agenda de amanha, tomamos um mate, chego em casa depois das 20:00, ligo o computador, internet, email, blog, orkut, textos, trabalho as vezes vou ver sao quase meia noite, è hora de esticar o corpo que amanah tem mais se Deus nosso senhor quiser.


Estadualizaçao do Hospital Santa Casa de Misericòrdia Jà, 50 Ruas Governador, senadores 500 e 501, deputado federal Rogèrio Benites 5080 e deputado estadual Jaqueline Martins 50180







terça-feira, 27 de julho de 2010

Convocamos os trabalhadores e o povo santanense a fazer parte do processo


A mudança tão necessária depende do envolvimento de todos no processo político.


O PSOL è esta ferramenta disposta e consciente da transformação social, faça parte conosco.

Para ajudar na luta contra a CORRUPÇAO, pela “Estadualização do Hospital Santa Casa de Misericórdia”, em conjunto com a UERGS, garantido o atendimento a saúde pública e gratuita pelo SUS e os direitos dos trabalhadores.

Para termos escolas estaduais em turno integral, para educar verdadeiramente nossos filhos, com a presença do Estado, valorizando os professores e funcionários públicos.

Compareça ao nosso comitê eleitoral na Rua Silveira Martins, próximo ao Lanifício Albornoz, pegue material, levante nossa bandeira, mande email para amigos, ceda o muro de sua casa para colarmos os nossos cartazes, coloque suas idéias, participe....

Pela dignidade de nossas crianças, jovens, mulheres, aposentados,

Pedro Ruas governador 50
Senadores 500 e 501
Rogèrio Benites dep. Federal 5080
Jaqueline Martins dep. Estadual 50180

segunda-feira, 26 de julho de 2010

A campanha do PSOL cresce em Livramento


Temos militantes na luta contra a corrupçao levando o nosso projeto e os nomes dos companheiros Pedro Ruas ao governo do estado.

Temos apoio de trabalhadores e de gente do povo, que nos estimula e fortifica a luta.

E, temos os que estao no poder, monentaneamente e nao respondem as demandas sociais caindo e coagindo ao povo e aos trabalhadores.

Està na hora do povo tirar estes artistas do cena`rio polìtico, convergindo nas candidaturas do PSOL.

Faça como meu amigo Zè, cole cartazes da Luciana Genro do Ruas em seu muro, distribua panfletos com nossas propostas, participe, faça parte da històrica eleiçao de 2010, onde o Rio Grande do Sul elevarà sua atençao para Livramento.

sábado, 24 de julho de 2010

Santa Casa de Misericòrdia uma anàlise do primeiro mes......


30 dias de Santa Casa, por Rogèrio Benites.


Hoje 24 de julho faz um mês de meu retorno ao Hospital Santa Casa de Misericórdia, após dois anos e meio afastado por perseguição política. Como puderam acompanhar minha luta contra os corruptos que desviaram R$ 500 mil da instituição e sobre a eleição da CIPA ao qual fui eleito e reintegrado ao quadro funcional no mês de junho.

Aos poucos o gelo foi se quebrando com muita estratégia e cuidado consegui chegar a um mês de trabalho sem maiores conflitos, lògicamente para eles os do governo Yeda ainda não engoliram muito bem o meu retorno e tentam criar, fomentar, inventar motivos para continuar a me pressionar, coagir e assediar moralmente, mas não conseguirão, pois minha luta è maior è pelo povo e pelos trabalhadores.

Entretanto, sei de minha responsabilidade e compromisso em estar novamente lá dentro do hospital, como funcionário reintegrado pelos próprios funcionários. A sociedade percebeu que a luta do PSOL è da mais alta dignidade, principalmente contra a corrupção e em defesa da saúde publica, gratuita e para todos. Os trabalhadores da saúde querem e estão dispostos a defender a nossa candidatura e nosso projeto de “Estadualização do Hospital Santa Casa de Misericórdia”, pois vem com medo, receio, preocupação a questão da atual situação do hospital, onde o protelado, defendido por muitos como solução para os reais problemas, aparentemente foram solucionados, com o fechamento do hospital por cinco meses com a demissão de mais de 100 trabalhadores sem pagar ninguém.

Nós do PSOL pelo contrário sempre fomos contra as demissões, pois elas sempre são injustas, geram caos social, além domais não foram os trabalhadores que desviaram os recursos e nem administraram, mas foram os que pagaram o pato em conjunto com o povo santanense.

Porém apesar de nossa insistência em aconselhar, ajudar, atuar para que a direção do sindicato firmasse posição em defesa dos trabalhadores e do próprio hospital, o pior aconteceu, o hospital fechou e as demissões se efetivaram sem pagar ninguém.

Os responsáveis, vereadores os governos federal (Lula), estadual (Yeda) e municipal (Wainer) nada fizeram para defender o nosso hospital e deixaram centenas de pessoas do povo morrer, ainda estão morrendo pela irresponsabilidade desses senhores.

O hospital reabriu graças a ser um ano eleitoral, vide a presa de Yeda e retirada dos gestores do cenário, certamente eles não agüentariam a pressão popular se mantivessem o hospital fechado, sendo que a atitude da Acil também foi fundamental para sua reabertura.

No entanto, apesar de a “nova gestão” do nem vou dizer o nome pois para mim è até pecado citar ou usar um nome sagrado. Estes senhores vieram para fazer o jogo “sujo”, fazer o que ninguém aqui teria coragem, fechar o hospital, demitir centenas de trabalhadores sem pagar ninguém e sem fazer uma auditoria, e nem tocar no caso da corrupção. Ainda serão agraciados pelos nossos belos vereadores com medalhas, vê se pode.

A questão è que Wainer por saber do envolvimento do antigo administrador com o secretario da saúde Osmar Terra e com o governo YEDA ao qual atualmente è seu Vice, tratou de envolvê-los e transferir as responsabilidades, quando as noticias são boas eu sou o pai da criança, se não a responsabilidade è do Estado nos três níveis. Porém a questão è mais profunda e perigosa, onde estão os R$ 500 mil desviados da instituição afinal?

Nas campanhas políticas deles na eleição de 2008?

O hospital pintado, com uma fonte jorrando água todo o dia e com 400 funcionários, recebendo em dia e com crédito de R$ 2000 mil a R$ 3000 no Banrisul serviu para reeleger prefeito e vereadores, não è mesmo, pois se o povo soubesse dos desvios e da corrupção não votariam neles, e sim em nós do PSOL, que dávamos ênfase a questão da saúde e da santa casa em nossas lutas e nas eleições que se passaram assim com nessa que esta em disputa.

Nós somos os únicos a cobrar da PF o fim do inquérito, porque será, porque lutamos contra a corrupção e pelos direitos dos trabalhadores, pois o dinheiro desviado è dos trabalhadores do seu FGTS, para que vocês tenham uma idéia tenho 12 anos de hospital e tenho apenas R$ 117 de FGTS depositado.

Reuni-me com o novo administrador para tratar do retorno dos 5 colegas que ainda estão esperando com os contratos suspensos, para cobrar melhores condições de trabalho, para que diminuísse a pressão em cima dos técnicos de enfermagem, e que as chefias dos setores fossem mais acessíveis e flexíveis com os colegas. Também cobrei o pagamento das férias coletivas, expus ao administrador primeiramente a minha análise sobre o hospital, ao qual aqui me posiciono.

A Santa Casa de Misericórdia reabriu e damos graças a Deus por isso e lutaremos para mantela, estando lá tenham certeza que não será fácil fechá-la novamente. Reabriu pequena com apenas 230 funcionários e 120 leitos, onde os funcionários são proibidos de tudo, ninguém pode falar com ninguém, as informações não circulam, o hospital está engessado, a UTI não sai do papel, desmancharam as enfermarias e a UTI se não tinham recursos para sua construção, isto foi um erro um grande erro planejado, pois se o Sr. (a) não tem dinheiro para arrumar toda a sua casa, mas tem para arrumar a sala, não vai desmanchar toda a casa não è mesmo?

Ainda não descobri quais são os serviços prestados, cirurgias que estão fazendo, pois vejam só estou proibido de adentrar ao hospital, apesar de ser membro da CIPA, è preocupante a situação senhores, não será outra mentira novamente e passado as eleições eles os governos e seus partidos políticos fecharão o hospital novamente, dizendo” trouxemos o Aquele nome santo que não gosto de citar” e não deu certo fechem mesmo, afinal de contas o povo ficou cinco meses sem hospital, eles conseguiram de certa maneira se isentar colocando a culpa nos funcionários e nos povo.

Por tudo isso a importância de minha candidatura e da companheira Jaqueline em defesa da “Estadualização do Hospital”, contra a corrupção, pois queremos e estamos fazendo um debate político local, apesar das eleições serem a nível nacional com eleição de nosso futuro presidente, senadores, deputados federais, governadores e deputados estaduais, com certeza o povo não pode esquecer-se destes e de outros fatos de altíssima relevância, como a situação de caos social, desemprego, falta de políticas publicas, segurança e educação è culpa dos governos de plantão e seus representantes, partidos estes que estão juntos tanto em nível federal, estadual e municipal.

Percebam que não è por falta de representantes políticos que Livramento perdeu o rumo do desenvolvimento e distribuição de renda, afinal temos uma deputada federal que foi ministra de estado, temos representante do governo estadual nas principais fundações e escalões dos governos, inclusive a câmara de vereadores representa todos os governos com seus partidos e contradições das coligações e seus envolvimentos com a corrupção.

A escolha è sua continuar com os mesmos que esqueceram o povo após serem eleitos pelo próprio povo traindo-os, ou convergir na luta do PSOL contra a corrupção e em defesa da saúde, trabalho e educação retirando estes senhores do cenário político através de seu voto e de sua família com Pedro Ruas Governador 50, Rogério Benites 5080 deputado federal e Jaqueline Martins 50180 fazendo repercutir no Rio Grande as nossa nomina tas e nossos votos.

quinta-feira, 22 de julho de 2010

A campanha de Rogèrio Benites dep. federal està na rua...




Leninha minha colega aposentada da Santa Casa foi a primeira mulher ao qual entreguei meu documento polìtico no final de semana passada, para mim è uma marca um simbolo positivo de nossa luta.
Assim como ao sair do plantao de 6 horas do hospital abaixo de chuva, peguei o onibus da Vila Julieta e fui super bem recebido pelas trabalhadoras do comèrcio que estavam retornando as suas casas, elas firmaram compromisso em nao deixar o hospital fechar novamente, querem ter um representante polìtico que lute em defesa de seus direitos, como carteira de trabalho assinada, fgts, ao qual elas nao tem hoje em dia, como a maioria dos trabalhadores de nosso comèrcio.

O PSOL  e nossas candidaturas representam este anceios.

Vamos todos a luta contra a corrupçao, se aproxeguem , participem ,  façam parte desta història.

Và atè o nosso comite na rua Silveira Martins 1097 proximo ao lanificio, entre em contato conosco.

Plinio presidente 50
Pedro Ruas governador 50
Senadores Berna 500 e Lucas 501
Luciana Genro dep federal 5050
Roberto Robaina dep estadual 50 000
Rogèrio Benites dep federal 5080
Jaqueline Martins 50180

terça-feira, 20 de julho de 2010

Comite dos trabalhadores e do povo

Estamos organizando o comite das nossas  candidaturas Pedro Raus governador , Luciana Genro, Roberto Robaina, Rogèrio Benites e Jaqueline Martins.

Està localizado na rua Silveira Martins, 1097 pròximo ao Lanificio Albornoz, convocamos a todos e todas para fazer parte desta luta, aposar-se desta ferramenta de trasnformaçao social que è o PSOL.

Venha lutar conosco contra a corrupçao, em defesa da Saùde pùblica, gratuita e de qualidade, atravès da "Estadualizaçao do Hospital Santa Casa de Misericòrdia", em conjunto com a UERGS, formando mèdicos, enfermeiros, tècnicos, para amenizar o sofrimento de nosso povo, gerando emprego e renda, valorizando os trabalhadores da àrea da saùde.

Em  breve faremos a inauguraçao, compareça, pegue material, distribua, lute, renove, cobre, participe.

domingo, 18 de julho de 2010

Simbologia da nossa candidatura

Símbolos significativos do inicio de nossa campanha eleitoral foram marcados ontem com os primeiros documentos políticos.

O meu amigo Bolão, trabalhador informal, das maças, que está desempregado foi o meu primeiro eleitor ao qual me dirigi a ele, coloquei a nossa proposta para desenvolver a região.

Através da valorização do homem da fronteira com seu retorno ao campo, haja vista que necessitamos ter uma “Reforma Agrária” de verdade para os descendentes do homem do campo, filhos dos trabalhadores rurais, peões de estância, para os jovens que cultivam a tradição, para os trabalhadores desempregados que estão indo trabalhar nas maças, afinal esta terra è nossa e de nossos antepassados que geraram riquezas famílias, pois na realidade somos os parentes, os filhos bastardos, pobres, sem nome, sem dignidade, sem terra. Portanto nada mais justo e digno de distribuir estes recursos para quem nela quer trabalhar. Convoco a todos para que façamos a “Nova Revolução Farroupilha”, o PSOL è a ferramenta para intervir e modificar a sociedade em beneficio do povo.

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Projetos, Propostas do PSOL, mais que isso è uma declaraçao de Amor a esta terra...

Tenho muito o que falar, poderia ser uma anàlise sobre as minhas primeiras semanas ao qual retornei ao Hospital, poderia ser sobre o taradao do paque Sao Josè ou minha aventura como paciente do SUS a Porto Alegre, mas ficarà para outra hora.

Porque o meu material polìtico chegou esta noite, e, para mim è um orgulhor apresentar aos meu amigos(as), e ao povo santanense, pois como jà disse no texto anterior somente os candidatos do PSOL tem projetos e posiçao polìtica sobre as principais demandas de nosso povo, acompanhem divulguem as nossas idèias, para que o povo deixe de sofrer com a incompetencia dos governos corruptos e seus representantes de plantao.

Presidente Plinio 50
Ruas governador 50
Rogèrio Benites 5080 deputado federal
Jaqueline Martins 50180
Sanado 500 e 501



sábado, 10 de julho de 2010

Somos os ùnicos candidatos que temos lado para defender e proposta a apresentar, PSOL 50



Em  entrevista ao jornal Correio do Pampa deste final de semana, podemos perceber que somos os ùnicos candidatos deste pleito que tem lado, ou seja, do lado dos trabalhadores e do povo. Portanto aos que acompanharam as entrevistas dos candidatos, fica claro que eles estao com os governos corruptos, e nao possuem propostas concretas para solucionar os problemas de nosso povo.

Acompanhem a minha  reportagem

O Que levou você a disputar esta vaga?


Livramento tem vários representantes políticos, tanto a nível federal estadual e municipal, entretanto falta qualidade e comprometimento com os trabalhadores e com o povo santanense, vide o fechamento da santa casa por 5 meses.
Os governos abandonaram totalmente a nossa cidade e região, estamos perdendo investimentos, na geração de renda, saúde, segurança e educação, pela visão estreita e interesse pessoal destes representantes.

Portanto quero ser alternativa política ao povo santanense e da região, tenho demonstrado trabalho vou dar continuidade ao que vem sendo desenvolvido pelo PSOL, sendo através do destino de emendas em beneficio de instituições, como UERGS, Santa Casa ou para o município, para construção de creches públicas e gratuitas e postos de saúde. Vou seguir o exemplo coerente de luta da nossa deputada federal Luciana Genro, na luta contra a CORRUPÇÃO, em defesa dos trabalhadores e do povo.
Vou lutar pelos aposentados, juventude, por distribuição de renda, tributação das grandes fortunas, em defesa das mulheres, em defesa da educação e principalmente em defesa do Rio Grande do Sul.

Quais os principais Objetivos?

Para mim a saúde está em 1˚ Lugar, vou continuar a luta que venho desenvolvendo na Santa Casa de Misericórdia a 12 anos, articulando emendas, denunciando os desvios de recursos do hospital, construindo a Frente em defesa da Santa Casa lutando contra a corrupção.

Agora reintegrado ao quadro funcional, com mais força e responsabilidade, para manter o hospital de portas abertas atendendo a população e garantindo os direitos dos trabalhadores, através saúde pública e gratuita através do SUS.

Educação Pública e gratuita de qualidade com as escolas estaduais em turno integral. Com a presença constante dos pais e do Estado (Brigada Militar), Valorização dos professores e funcionários, com investimentos advindos da renegociação da divida com a União, ao qual faremos através de uma auditoria.

Valorização da UERGS, com novos cursos na área da saúde em livramento, tendo objetivo formar médicos, enfermeiras, técnicos de enfermagem, em conjunto com a “Estadualização do Hospital Santa Casa de Misericórdia”, gerando emprego renda e desenvolvimento na região.

Geração do Trabalho e renda, através da construção milhares de casas populares, subsidiadas pelo governo do estado, preferencialmente para mães e chefes de família de baixa renda ao qual não se enquadram nos programas do governo federal com PMCMV.

Jaqueline Martins nossa candidata a Dep. Estadual 50180 em entrevista para o Correio do Pampa




O Que levou você a disputar esta vaga?


Quero ser uma representante das mulheres santanenses na assembléia legislativa, sendo que uma das obrigações dos deputados estaduais è de fiscalizar os atos do executivo. A assembléia Legislativa não tem cumprido este dever. Por ter formação política, posição firme e coerente em defesa dos trabalhadores e do povo esta fiscalização será exercida e a corrupção combatida. Se o povo santanense e da região me derem a honra de seu voto vou ser seu porta-voz. O povo está cansado da velha política, do troca-troca, onde sempre os mesmos se revezam no poder. Sendo que o PSOL postula-se como alternativa de poder ao povo gaúcho e santanense.

Penso que os eleitores devem saber que sou acadêmica de direito, evangélica, casada, mãe, integrante do diretório municipal do PSOL de Sant’Ana do Livramento.

Quais os principais Objetivos?

Minhas propostas estão voltadas para a classe trabalhadora, a população mais pobre, principalmente para as mulheres chefes de família. Pois em sua maioria encontra-se em exclusão social, sofrendo todos os tipos de violência. È preciso dar dignidade para estas mulheres e suas famílias.

O Estado deve investir em programas que disponibilizem oficinas profissionalizantes e crédito para formação de cooperativas, proporcionando a geração de trabalho e renda, através da auto-sustentabilidade.

É preciso, ainda, maiores investimentos em medicina preventiva e aumento da complexidade dos hospitais filantrópicos que atendam pelo SUS, com UTI’s neonatal, centros de tratamento para o câncer e equipamentos para diagnósticos mais rápidos e precisos.

Amplo trabalho para a prevenção de doenças e controle da natalidade através da conscientização.

Investimento imediato nas famílias em situação de exclusão social, com a construção de moradias, investimentos na educação pública, através da escola em turno integral e ampliação e estruturação da UERGS.

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Começa a corrida eleitoral

Depois da eliminação precoce do Brasil na Copa da Mundo, amanhã começa de fato e de direito a corrida eleitoral. Aqui no RS o primeiro round acontecerá amanhã a partir das 8h, no debate promovido pela Rádio Gaúcha. Milhares de candidato irão às ruas em busca dos votos dos brasileiros. É a chamada “festa democrática”. Na verdade não tem nada de festa, e muito pouco de democrática. O que veremos será um festival de promessas que não serão cumpridas, marketeiros pagos a peso de ouro para transformar seus candidatos em peça publicitárias que digam o que supostamente as pessoas querem ouvir, transformando figuras desgastadas em novidade. O peso do dinheiro será decisivo, não só para o pagamento de tais marketeiros milagrosos, também no volume de campanha que cada partido consegue colocar na rua.




O PSOL não vai competir nesse terreno. Nosso recursos são limitadíssimos e por uma questão de princípios não compramos apoios. Também temos uma suposta desvantagem por nos apresentarmos sem alianças. E fazemos isso não por acharmos que somos os únicos “puros e bons” mas por que não encontramos parceiros com os quais tivéssemos afinidades políticas e programáticas e uma tática eleitoral em comum. Não buscamos aliados simplesmente para aumentar o tempo de TV. Aliás, a diferença gritante entre os tempos de TV é outro elemento da evidente precária democracia que permeia o processo eleitoral.



Mas encaramos os eleitores com a consciência tranquila. Com a certeza de que cumprimos o nosso dever. O dever de construir uma alternativa à política do toma-lá-dá-cá, do jogo de interesses, das negociatas. O dever de agir com coerência, de não mudar de lado, de defender o interesse público e os interesses daqueles que vivem, viveram ou querem viver do trabalho honesto, dos jovens aos mais idosos.Mesmo com todas as distorções que fazem do resultado eleitoral uma expressão muitas vezes distorcida da vontade popular, as eleições são o momento soberano de decisão sobre o futuro. Então vamos lá, à disputa!

Luciana Genro

domingo, 4 de julho de 2010

Aplatèia, Domingo 4 de julho de 2010, Rogèrio Benites volta ao trabalho na Santa Casa,

è




Retomou o serviço na Santa Casa de Misericórdia, na semana passada, o funcionário Rogério Benites, demitido em julho de 2007. Na época integrante da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (cipa), Benites diz ter sofrido uma demissão "injusta e ilegal”, uma vez que ele teria estabilidade no emprego. Ele chegou alegar que estava sendo perseguido polìticamente. O caso foi resolvido por via judicial. Através de negociação com o novo administrador do hospital, Benites foi reintegrado ao quadro na função que exercia antes de ser demitido.

Acompanhem a reportagem que fiz na integra e faça uma anàlise dos interesses, e , os porques das publicaçoes jornalisticas, pode acessar reportagem anterior.

Bom findi,

Rogèrio

AGILIDADE DO PSOL, aplatèia de hoje 4 de julho de 2010


O PSOL foi o primeiro partido político a oficializar acorrida ao Piratini. O partido registrou no TRE a candidatura de Pedro Ruas a governador do Estado, com Marliane Santos como candidata a Vice. Para o senado foram confirmados os nomes de Luiz Carlos Lucca e Bernadete Menezes. O TRE recebeu também o registro de 38 candidaturas a deputado federal e 38 a deputado estadual. Roberto Robaina, presidente estadual do partido, encabeça a corrida à Assembléia legislativa, enquanto a deputada federal Luciana Genro è a principal aposta para a Câmara Federal dos Deputados. De acordo com assessoria do partido a cota de 30% de mulheres nas eleições legislativa foi cumprida

sexta-feira, 2 de julho de 2010

CBF faz nossos filhos chorar, e nòs tambèm



A culpa da desclassificação, afirmo não è dos jogadores, e aqui poderia citar lances que eles brilharam, como nós todos hoje acompanhamos na TV, em nenhum momento deixaram de lutar pelo nosso país, bem com diz Kaká neste momento na sua entrevista na TV Globo.

Poderíamos questionar o técnico Dunga, por ele não escalar os melhores jogadores, sim isto è verdade, eu particularmente com os atletas disponíveis teria outra escalação certamente.

Entretanto, o objetivo deste texto è abrir, rachar, entrar na mente das pessoas, para formar opinião a respeito do assunto, afinal, torcemos, amamos, consumimos, o nosso Brasil, por sermos patriotas acima de tudo.

Todavia deveríamos nos perguntar o porquê de Dunga não levar os principais jogadores do momento, Adriano, Ronaldinho, Ganso, Neimar, ao invés de cobrar do treinador o que ele não poderia fazer com os recursos que dispunha.

Vivemos na era da informação onde os dados dos jogadores estão disponíveis, através de avaliações, vídeos, estatísticas, e porque Dunga levou jogadores que eram emocionalmente frágeis, e o que è pior os escalou, estas são as indagações que deveríamos fazer. Pois quando o nosso país joga è tudo para milhões de pessoas, que depositam a esperança nos pés dos jogadores.

Mas se eu questionasse è já o fiz em meu texto afirmando o porquê que o Brasil não iria ganhar a copa da África 2010, pois tenho interesse em saber a respostas dos leitores posteriormente através de meu email rogeriobenites@hotmail.com



A culpa è da Caixa preta da CBF, que usa e abusa, dos símbolos nacionais, bandeira, cores, hino, nome e honra do nosso país para ganhar bilhões de reais, mantendo-se sempre os mesmos no poder como se fossem uns reis, sem prestar contas a ninguém, servindo aos governos de plantão para manter e implementar as políticas que aprisionam o nosso povo, vide o incentivo dos jogadores a consumo de álcool nos comerciais de TV, ou, para ilustrar com o vazio, existe algum hospital ou entidade social que a CBF e seu rei Ricardo Teixeira ajuda através de algum projeto social ?

Os patrocinadores Nike, os diretores da CBF, escalaram, convocaram os nossos atletas, esta è a verdade eles sabiam que o Brasil iria perder com esses atletas, por isso que eu digo e reivindico se for eleito deputado federal for propor uma CPI na CBF para abrir a caixa preta e fazer nossos filhos sorrir com dias melhores, através da justiça social e esporte para todos.



No Orkut façam a comunidade fora Ricardo Teixeira e CPI na CBF já

Eles são os verdadeiros culpados pela desclassificação da nossa seleção.







Rogério Benites 2 de julho de 2010

Rogèrio Benites è Reintegardo a Santa Casa a Platèia 05 de julho





Rogério Benites è REINTEGRADO ao Hospital Santa Casa de Misericórdia



O dia 24 de junho ficará marcado na história de nossa cidade, pois chegou ao fim o caso polêmico da DEMISSAO do servidor do Hospital Santa Casa de Misericórdia, Rogério Benites, ocorrido em julho de 2007, o qual teve grande repercussão social e política.

Após ser demitido Rogério Benites, mesmo sendo membro da CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes), alegou que a demissão era injusta e ilegal, pois possuía estabilidade, e que, segundo ele estava sendo perseguido polìticamente, pela administração do hospital da época e sua provedora, por ser oposição sindical e ter lutado pelos direitos dos trabalhadores, dos usuários da instituição, principalmente pelos pacientes do SUS e pelo próprio hospital, haja vista, que articulou emendas em beneficio da mesma, num montante de R$ 1.050,000(um milhão e cinqüenta mil reais), sendo R$ 300 mil de emenda individual, destinado pela dep. Fed. Luciana Genro do PSOL, sendo o restante de bancada de todos os deputados federais do RS, no inicio de 2007.

Naquele ano depois de fazer uma verdadeira romaria, nas principais instituições e representantes políticos, haja vista, que Rogério esteve na câmara de vereadores e no palácio Moises Viana, em busca de apoio, para que pudesse reverter a situação, mas infelizmente não obteve o apoio e nem conseguiu retornar ao hospital.

O caso foi parar na justiça, sendo que após a 1˚ audiência no ano de 2007, houve ACORDO entre as partes, onde ficou garantido a reintegração do servidor, caso fosse vencedor das eleições sindicais e da CIPA, o mesmo expôs a sociedade sua vitória.

http://srv3.v-expressa.com.br/edicoes/2007/agosto/170807/executivo1.php



A declaração de Rogério foi contestada pela então provedora, neste mesmo meio de comunicação dizendo:

Na mesma nota, a provedora acusou a deputada federal Luciana Genro publicamente por defender Rogério Benites e o próprio hospital.

http://srv3.v-expressa.com.br/edicoes/2007/agosto/190807/executivo1.php







“Entretanto o que a comunidade não sabia è que aquela administração além de não cumprir acordos e nem mandados judiciais, estava orquestrando desvios de mais de R$ 500 mil da instituição, ao qual veio à tona após pronunciamento da deputada federal do PSOL Luciana Genro no congresso nacional em novembro de 2008, sobre os supostos desvios de recursos do hospital, após as eleições municipais de 2008”.

Rogério Benites foi candidato a prefeito nas últimas eleições sempre dando ênfase a saúde e a Santa Casa, mas “infelizmente quem passava por lá via o hospital pintado, tinha até fonte chorando água todo o dia, sendo que o hospital chegou a ter 400 funcionários na época, os funcionários estavam recebendo em dia, abriram créditos no Banrisul para os trabalhadores, os principais candidatos a prefeito estiveram no interior do hospital a convite da provedora, firmando compromissos, caso fossem eleitos em manter o hospital de portas abertas atendendo a população, e os salários em dia dos funcionários, o que de certa forma serviu para reeleger prefeito e vereadores”.

Mesmo tendo garantido o direito de disputar as eleições sindicais e da CIPA, a direção do hospital em conjunto com a do sindicato da saúde, interviu de forma ilegal e arbitraria na eleição de 2008 da CIPA no hospital, retirando o nome de Rogério da lista de candidatos aptos a serem votados, desrespeitando o Acordo entre as partes, após exaurir administrativamente os meios de minimizar o conflito Rogério recorreu à justiça, ao qual a mesma determinou através de mandado que a reclamada, no caso a Santa Casa inclui se o nome de Rogério na lista, para a disputa da eleição de 2008 da CIPA, mesmo assim a direção não cumpriu o mandado e realizou a eleição a revelia e ilegalmente.

Não se contentando com a situação do hospital, no inicio de 2009, Rogério Benites articulou e construiu a Frente em Defesa da Santa Casa, a qual obteve avanços relevantes, mantendo o hospital aberto, atendendo a comunidade, garantindo o emprego de todos os trabalhadores. Através do envolvimento, compromisso de todos os partidos políticos de nossa cidade e, por conseguinte os representantes dos governos nas três esferas.

Rogério Benites também foi mentor do pedido de INTERVENÇAO MUNICIPAL no hospital, haja vista, que segundo a nossa constituição è de responsabilidade dos governos a prestação da assistência a saúde gratuita e de qualidade a ao povo brasileiro.

Rogério foi perseverante, trabalhando incessantemente no caso, sendo que através de sua assessoria jurídica interviu firmemente para que se cumprisse o acordo. No mês de outubro de 2009, foi proferida a sentença a seu favor, anulando as eleições de 2008 da CIPA, dando prazo para realização da mesma e que fosse incluído o nome de Rogério Benites na lista dos candidatos aptos a disputar as eleições da CIPA 2008.

Entretanto devido à interferência de atores despreparados, irresponsáveis a situação do hospital se agravou, vindo a fechar suas portas em novembro do mesmo ano, deixando a população santanense totalmente desamparada, tendo que recorrer a outros municípios para serem atendidas, dezenas de mães tiveram seus filhos no hospital de Rivera no Uruguai, sendo que centenas de pacientes não tiveram a mesma sorte, vieram a falecer devido ao fechamento do mesmo, pelo período de cinco meses, sendo reaberto somente por pressão da ACIL e por ser um ano eleitoral.

Desta vez, por determinação judicial a direção do hospital não teve como descumprir a sentença e realizou a eleição da CIPA 2008, no último dia 18 de junho, sendo que Rogério Benites, além de ser eleito pelos seus colegas, foi o mais votado na eleição, demonstrando força e que realmente tinha razão ao afirmar publicamente em agosto de 2007 que havia sido reintegrado, pois sabia que o trabalho que vem realizando em prol do hospital, dos usuários e dos trabalhadores, daria a ele a vitória e o retorno a instituição.

Sendo que leigos e desconhecedores da arte da política e dos meios jurídicos, opinaram, desacreditaram, denegriram e interviram a respeito do fato, publicamente e documentalmente, “causando-lhe danos” à vida pessoal e profissional, sendo que o mesmo pretende reavê-los judicialmente posteriormente.

Rogério Benites, através de negociação com o Sr. Luis Antonio novo administrador do hospital, foi reintegrado ao quadro funcional do hospital, a sua função ao qual exercia antes de ser demitido.

“Apesar das injustas perdas de mais de 100 trabalhadores demitidos sem indenizá-los e das dificuldades do hospital, haja vista, que o hospital antes de seu fechamento tinha 230 leitos e 330 funcionários e atualmente possui apenas 120 leitos e pouco mais de 200 funcionários, tenho muito orgulho de fazer parte do quadro. Reafirmo assim minha luta para manter o hospital de portas abertas atendendo a nossa população tão sofrida, e pelos direitos dos trabalhadores, usuários do SUS e pelo próprio hospital, haja vista, que tenho projetos para a saúde e para o hospital, porém agora vou cobrar das autoridades competentes e da sociedade, não tão somente com candidato a deputado federal pelo PSOL, mas como funcionário, a respeito dos desvios de recursos, sobre o depósito do FGTS, pagamento dos demitidos, e aumento da complexidade, construção da UTI tipo II, UPA, e a responsabilidade dos fatos dos governos que não agiram para evitar o fechamento do hospital”.



Rogério Benites 2 de julho de 2010

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Plinio è o nosso candidato

Cerca de 300 pessoas lotaram o Auditório Teotônio Vilela, da Assembleia Legislativa de São Paulo, nesta quarta-feira, 30, para assistir à Convenção Nacional Eleitoral do PSOL, que homologou a candidatura de Plínio de Arruda Sampaio para a Presidência da República. O evento teve início com a fala de parlamentares do PSOL e diversos intelectuais apoiadores. Participaram ainda militantes, representantes de movimentos sociais e dirigentes estaduais do partido de diversas regiões do país.




“Ninguém está aqui à toa. Todos têm um sonho e eu agradeço por ser o portador dele.” Assim Plínio deu início a sua fala. O candidato destacou a resistência dos brasileiros, afirmando que ela já dura mais de 500 anos. “Nosso povo é oprimido, mas nunca aceitou a opressão, sempre houve resistência”, afirmou.



Para ele, o PSOL nasceu para fazer a reconstrução da esperança, que o PT representava, mas que se perdeu pelo caminho. “Estamos em outro contexto, diferente da época em que o PT surgiu. Estamos diante de uma sociedade contente, conformada com o capitalismo, que acha que muito mais do que isso não pode melhorar”, avaliou Plínio, dizendo que as eleições de 2010 serão tão duras quanto a travessia de um deserto. “Não esperemos facilidade e sucesso imediato. Nossa conquista será a da consciência de dever cumprido”, alertou.



Plínio reafirmou que as candidaturas de PT, PSDB e PV representam a mesma ordem, com a qual o PSOL quer acabar. “Somos a candidatura da transgressão da ordem estabelecida”, destacou, lembrando que o partido tem em seu programa de governo ações que a burguesia não tem o interesse e nem a coragem de empreitar, como as reformas agrária, da educação e da saúde públicas; o fim à criminalização da pobreza e do movimento de desendustrialização pelo qual o país passa; uma reforma urbana que ataque a especulação imobiliária; e a redução da jornada de trabalho. “A reforma agrária não vai melhorar a produção agrícola, mas sim a vida do povo pobre. A redução da jornada de trabalho não é apenas para gerar mais emprego, mas para proporcionar tempo de lazer ao trabalhador, tempo para que ele possa pensar!”, explicou o candidato.



Ele reafirmou seu compromisso com o socialismo e fez questão de colocar que sua candidatura é do PSOL e que fará a campanha em conjunto com o partido. “Unidos vamos restabelecer e liberar essa esperança e esse sonho que o brasileiro quer colocar para fora!”, concluiu Plínio, legitimado pelos aplausos da plateia.



A deputada federal Luciana Genro disse depois que a luta nestas eleições será muito difícil. “Começando pelo boicote da mídia, que só considera três candidaturas.” Ela destacou ainda a falta de recursos do partido frente às máquinas eleitorais milionárias do PT e do PSDB, financiadas pelos maiores bancos do país. “Mas em contraposição temos um grande patrimônio que construímos com nossas ações políticas, como na luta contra a corrupção. Dessa marca não podemos abrir mão e Plínio representará tudo isso muito bem!”, concluiu, arrancado aplausos dos presentes.



Após as falas dos parlamentares, intelectuais presentes também manifestaram apoio a Plínio. “Nosso atual presidente é um síndico do capital. Vamos nessa eleição em romaria, com Plínio à nossa frente. Plínio, você tem nossa bênção”, anunciou Dom Tomás Balduíno, bispo emérito de Goiás. O geógrafo Aziz Ab’Saber fez questão de destacar o equilíbrio e a sensibilidade de Plínio. “Ele não pensa no outro, ele pensa nos outros. Estou com muito fervor em termos desta candidatura”, declarou emocionado. Waldermar Rossi, membro da Pastoral Operária, também destacou a unicidade de Plínio nestas eleições. “Só ele pode mostrar ao povo que esse modelo vigente não serve. Isso porque fala de forma simples, mas com muita profundidade. Não posso negar apoio a este homem, conhecendo sua história”, disse. O cineasta Silvio Tendler e os sociólogos Chico de Oliveira e Heloísa Fernandes também marcaram presença no evento e declararam seu apoio ao candidato do PSOL.