rogbenites@gmail.com

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Dia do Trabalhador

No Domingo dia 1 de maio comemoraremos o dia do Trabalhador, atos, discursos e a tentativa de tirar algumas revendicaçoes em conjunto. Atravès da organizaçao do CEPERS sindicato e PIT CNT do Uruguai serà realizado no parque Internacional um grande ato em comemoraçao a data.

Alguns em sua maioria defenderao as politicas economicas adotadas pelos governos que previlegia o capital expeculativo e os grandes empresàrios, entretanto nòs queremos organizar o povo trabalhador para lutarmos por melhores condiçoes de trabalho, salàrio minimo digno, hoje em torno de R$ 2.500,000( dois mil e quinhentos reais), contra as privatizaçoes, pela refòrma Agrària, educaçao para todos e de qualidade, Saùde Pùblica e gratuita, acesso a Justiça e direitos preservados.



A História do Dia do Trabalho remonta o ano de 1886 na industrializada cidade de Chicago (Estados Unidos). No dia 1º de maio deste ano, milhares de trabalhadores foram às ruas reivindicar melhores condições de trabalho, entre elas, a redução da jornada de trabalho de treze para oito horas diárias. Neste mesmo dia ocorreu nos Estados Unidos uma grande greve geral dos trabalhadores.




Dois dias após os acontecimentos, um conflito envolvendo policiais e trabalhadores provocou a morte de alguns manifestantes. Este fato gerou revolta nos trabalhadores, provocando outros enfrentamentos com policiais. No dia 4 de maio, num conflito de rua, manifestantes atiraram uma bomba nos policiais, provocando a morte de sete deles. Foi o estopim para que os policiais começassem a atirar no grupo de manifestantes. O resultado foi a morte de doze protestantes e dezenas de pessoas feridas.



Foram dias marcantes na história da luta dos trabalhadores por melhores condições de trabalho. Para homenagear aqueles que morreram nos conflitos, a Segunda Internacional Socialista, ocorrida na capital francesa em 20 de junho de 1889, criou o Dia Mundial do Trabalho, que seria comemorado em 1º de maio de cada ano.



Aqui no Brasil existem relatos de que a data é comemorada desde o ano de 1895. Porém, foi somente em setembro de 1925 que esta data tornou-se oficial, após a criação de um decreto do então presidente Artur Bernardes.



Fatos importantes relacionados ao 1º de maio no Brasil:


- Em 1º de maio de 1940, o presidente Getúlio Vargas instituiu o salário mínimo. Este deveria suprir as necessidades básicas de uma família (moradia, alimentação, saúde, vestuário, educação e lazer)


- Em 1º de maio de 1941 foi criada a Justiça do Trabalho, destinada a resolver questões judiciais relacionadas, especificamente, as relações de trabalho e aos direitos dos trabalhadores.

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Tarso Genro respalda a construçao de Hospitais SUS no Rio Grande do Sul

http://www.aplateia.com.br/bastidores.php

Com Respaldo de Tarso

Este foi o chamamento do jornalista Edis Elgarte em sua coluna do jornal Aplàteia deste domingo 24 de abril de 2011, demonstrando reconhecimento, credibilidade e compromisso que tenho com as causas sociais.  A tarde fomos atè a camperiada internacional como anunciado para a coleta das assinaturas, mais uma vez o povo santanense e riverense deu seu total apoio ao assinar em massa o abaixo assinado pela construçao do Hospital Pùblico totalmente SUS em Livramento.

Abaixo a reportagem do jornal Aplatèia de ontem, leiam.


A luta pela construção de um hospital público que atenda exclusivamente usuários do SUS em Livramento, capitaneada pelo PSOL e que já conta com o envolvimento do PV e do PCB, ganha a participação e apoio também do PTdoB. O presidente do partido, Luiz Cleder, esteve reunido com o principal articulador do Movimento pela Construção do Hospital Público, Rogério Benites, e ouviu dele informações detalhadas sobre a mobilização popular. Benites inclusive lembrou do compromisso do governador Tarso Genro em seu "Manifesto à Saúde", onde ele afirma que construirá quatro hospitais regionais de média e alta complexidade com especialidades como traumatologia e cirurgia geral, aproveitando os recursos do governo federal e investindo nas estruturas já existentes que ainda não contam com serviços de média e alta complexidade. Benites acredita que Livramento se enquadra nos critérios observados pelo Governador.




Mais assinaturas



A estratégia do grupo político pluripartidário é envolver o máximo de instituições e entidades de Livramento na mobilização pela construção do hospital público 100% SUS. Rogério Benites entregou uma cópia do abaixo-assinado ao presidente do PTdoB para que o reproduza e se integre ao processo de recolhimento de assinaturas. O Movimento, que iniciou no fim do ano passado com a coleta de assinaturas em via pública, já conta com apoio de diversas instituições, associações e sindicatos que já estão coletando assinaturas entre seus associados. Luiz Cleder disse que “somar-se a este movimento pela construção de um hospital é motivo de orgulho e comprometimento social ao qual o PT do B, seus filiados e simpatizantes não poderiam se furtar”. O movimento pretende voluntariamente coletar assinaturas neste domingo à tarde na campereada municipal.

domingo, 17 de abril de 2011

PPA do Governo do Estado do Rio Grande do Sul

Ontem participamos eu e Jocemir da atividade do governo do Estado o PPA (Plano Plurianual) realizado na Unipampa, o ato contou com expressiva representatividade "politica", com a presença do Vice-Governador Beto Grill, de secretàrios de Estado, Prefeitos, vereadores da mais de 20 cidades representadas.

O que  chamou atençao foi o interesse das pessoas em participar do evento, tendo um grande numero de participantes, outra questao importante foi o dicurso do nosso prefeito Wainer Machado, onde ele disse que a construçao do Hospital Regional nao è täo importante como a construçao de estradas rurais para escoar a produçao e desenvolver o municipio, eu fique indignado , fui me inscrever para participar da discussao mas infelizmente somente 17 inscriçoes foram aceitas, certamente o Wainer nao precisa do SUS deve ter convernio particular nao tà nem ai com o povo. Como sempre os mesmos as mesmas cartas marcadas de sempre, o que demonstra que o governo de Tarso infelizmente esta dando continuidade a nao participaçao democràtica de Yeda.

Fizemos a nossa parte, intreguei o documento abaixo com nossa humildes propostas para a secretària do conselho de desenvolvimento do Estado Sra. Mari Trindade.


PPA


Plano Plurianual 2011

Propostas do núcleo popular do PSOL para debate no Plano Plurianual do governo do Estado do Rio Grande do Sul



Para que haja uma verdadeira participação democrática, transparente e popular se faz necessário e as propostas que vierem a ser apresentadas e aprovadas neste fórum sejam implementadas efetivamente para melhor qualidade de vida do povo. Entretanto para nós do PSOL devemos partir de duas premissas.

A primeira è a Auditoria da Divida com a União e sua suspensão do pagamento, divida esta que sangra os cofres do Estado mensalmente comprometendo as finanças do Estado do Rio Grande do Sul em torno de 17% da Receita líquida, ou 11,52% das despesas totais. Para termos uma noção do quanto significa esta quantia, basta dizermos que ela è compatível às despesas com a função Educação (12,31% das despesas), e maior que o gasto com áreas importantes, como Segurança Pública (9,28%) ou Saúde (9,99%).

A segunda è o Combate Intransigente a Corrupção, busca incessante pelo aceleramento dos processos já descobertos, mas que, porém ainda não foram encerrados os inquéritos, principalmente sobre desvios de recursos públicos tendo em vista a punição dos culpados e restituição dos recursos aos cofres públicos. Pois sem estas medidas senhores, não será possível por em prática qualquer plano ou projeto de governo que venha ao encontro do povo gaúcho, seja na área da Saúde, Educação, Mulheres, Geração de Emprego e Renda e Segurança, Habitação. Após cumprir com os compromissos de campanha que são basilares para alavancar o desenvolvimento, destinando o percentual constitucional nas diversas áreas ao qual è o dever do governo do Estado.

Saúde: Cumprir com 12% de investimento constitucional, construir 4 (quatro) Hospitais Regionais de média e alta complexidade com especialidades como traumatologia e cirurgia geral, aproveitando os recursos do governo federal e investindo nas estruturas já existentes que ainda não contam com serviços de média e alta complexidade compromisso firmado Sr. Tarso Genro do PT em sua “ Manifesto à Saúde”, do dia 11 de setembro de 2010, postado em seu blog. Sant `Ana do Livramento enquadra-se plenamente neste quadro catastrófico da saúde, è importante também que este novo hospital receba uma UTI neonatal, pois os bebes que nascem prematuramente ou com graves problemas de saúde devem deslocar-se 180 Km de distancia, até a cidade de Bagé, sendo que muitos chegam sem vida.

Garantir, exigir que as empresas que recebam recursos públicos façam o pagamento do salário mínimo regional da saúde aos trabalhadores, assim como os depósitos do FGTS (Fundo de Garantia Tempo Serviço). Prestem contas de seus balanços contábeis e financeiros, publicamente e anualmente, caso das instituições filantrópicas seus estatutos devem ter um marco norteador, onde diversas representações populares devem fazer parte da direção, assim com os próprios trabalhadores.



Educação: Investir o constitucional no setor, valorizar a UERGS, através de novos cursos em Livramento e região, contratar novos professores e realizar concursos públicos. Faz necessário também o pagamento do Piso Nacional dos Professores, e, implementar a escola em Turno Integral nas escolas estaduais, com os alunos recebendo do Estado materiais escolares, uniformes completos, leptops e alimentação. Garantir que seja cumprido o Estatuto do Idoso e da Criança em todos os níveis.



Mulheres: Valorização dos direitos das mulheres, com uma Delegacia da Mulher em Sant`Ana do Livramento, visando garantir a Lei Maria da Penha. Que seja também construída uma Casa de Passagem Sant`Ana do Livramento para abrigar as mulheres agredidas na região. Meu primeiro empreendimento, linhas de créditos para mulheres empreendedoras.



Habitação: Construção de casas populares, preferencialmente para mulheres e chefes de família. Financiamento facilitado a trabalhadores.

Geração de Emprego e Renda: Investir em seu povo, através de incentivo a juventude, mulheres, aposentados, trabalhadores, através do acesso aos direitos sociais em todos os níveis. Primeiro Empreendimento: Financiar e facilitar a profissionais formados seu primeiro empreendimento, através de linhas de créditos especificas.

Liberação dos Cassinos nas Regiões de Fronteira, fazendo link com Turismo, ramo de Hotelaria, Gerando emprego e renda.

Reforma Agrária: Assentar trabalhadores Sem Terra, peões de estâncias, mulheres campeiras, juventude cultiva a tradição gaúcha, criar programas de Reforma Agrária que resgatem a divida como o povo negro e seus descendentes, através do acesso a terra, valorizar a Agricultura Familiar, produção de alimentos.

Segurança: Investir o constitucional 11%.



Rogério Benites
rogeriobenites@hotmail.com
coordenador

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Quem sabe faz a hora não espera acontecer


Todos estão cientes das péssimas condições da saúde brasileira, tanto a nível federal, estadual e municipal, onde os governos que ai estão não cumprem com os repasses constitucionais, deixando a grande maioria do povo brasileiro sem acesso digno a saúde, preferem investir em outras demandas, um exemplo è a disponibilidade do governo brasileiro emprestar dinheiro para o governo de Portugal, como se estivesse sobrando.

Outra è a má gestão administrativa da maioria das instituições de saúde, utilizando-se de sua filantropia arrecadam recursos e disponibilizam serviços ao SUS, no entanto o atendimento è deficitário, não sendo pior pela qualidade dos trabalhadores da área da saúde, muitos destas instituições nem ao menos cumpre com as leis trabalhistas, desrespeitando totalmente os trabalhadores e a sociedade como um todo. Nos dias atuais, os cidadãos estão cada vez mais conscientes, querendo e exigindo serviços de qualidade e atendimento humanizado, porém infelizmente em nossa cidade não temos, uma demonstração da nossa triste realidade são os milhares de pacientes santanenses que estão sendo tratados em outras cidades.

O PSOL através de seu presidente Rogério Benites em conjunto com lideranças do movimento social, juventude, mulheres e aposentados do partido, resolveram colocar a mão na massa reiniciando novamente a coleta de assinaturas pela construção do Hospital Público 100 % SUS em nossa cidade, nos dias 6 e 7 de abril somente pela parte da tarde coletaram mais de 400 assinaturas na praça General Osório.

O movimento Prò-Construçao do Hospital Público iniciou no final do ano passado em conjunto com o PV, PCB e PSOL, pretende incluir todos os partidos nesta luta, no entanto devido às altas temperaturas do verão no foi possível dar andamento a coleta de assinaturas durante o período, sendo reiniciado novamente agora com força e determinação.

O objetivo do movimento, è mobilizar a sociedade como um todo, sindicatos, associações, escolas, movimentos sociais, legislativo, judiciário e executivo, para que juntos lutem por esta demanda tão importante para o povo santanense, coletando o máximo de assinaturas possíveis para entregarmos ao governador Tarso Genro dia 30 de julho próximo quando será instalado em nossa cidade o seu governo.



Na foto Rogério Benites, Jocemir e dona Alba Pintos

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Centro de Referencia da Mulher Professora Deise



Acompanhem abaixo o texto que fiz para divulgaçao na imprensa, sobre o trabalho que està sendo realizado no Centro de Referencia da Mulher Professora Deise, là as mulheres tem acesso a justiça e hà varios programas de saùde, tenho sido um multiplicador, informando as mulheres sobre seus direitos e enviando-as atè ao Centro de Referencia da Mulher Professora Deise, casa esta, que è certamente uma grande e forte trincheira na luta pelos direitos sociais e por melhores condiçoes de vida para nossas mulheres, seja na construçao de polìticas pùblicas ou na sua efetivaçao concreta . Destaco tambèm a acolhida e o carinho ao qual as mulheres santanenses estäo sendo recebidas pela Màrcia Coordenadora Municipal dos Direitos da Mulher e pela Cely de Almeida Coordenadora dos Programas PIM e PAISM.

O que está sendo bem feito temos que reconhecer.

Rogério Benites do PSOL participou do debate sobre políticas Públicas para Mulheres, realizado na câmara de vereadores no final da semana passada. O evento contou com a presença da Secretaria Estadual de Políticas Públicas para as Mulheres Sra. Márcia Santana, a coordenação ficou a cargo das competentíssimas Sra. Márcia Rodrigues Coordenadora Municipal dos Direitos das Mulheres e da Senhora Cely de Almeida Coordenadora dos Programas PIM e PAISM, na oportunidade as mesmas expuseram dados e informações relevantes dos avanços nos programas que em rede estão garantindo os direitos das mulheres sejam acolhidos concretamente, seja através da Lei Maria da Penha, ou ao acesso a saúde das mulheres e de seus filhos. Apesar de o PSOL ser oposição ao governo Wainer Machado a de se destacar o ótimo trabalho que está sendo realizado em equipe no Centro de Referencia da Mulher Professora Deise, diferentemente de outros setores de direita que fazem parte do governo municipal, onde certamente não há esta consonância de valorização do ser humano e visão social.

“Orgulho-me e muito de fazer parte de um partido onde as mulheres são a maioria estando em lugar de destaque como a nossa guerreira Heloisa Helena e a ex-deputada federal Luciana Genro e tantas outras anônimas lutadoras do dia-a-dia. A luta das mulheres è uma das bandeiras democráticas ao qual defendemos sempre, pois è a luta socialista, eu sou multiplicador e cuidador de valores e projetos que levem a dignidade, justiça e a inclusão social das mulheres”.

O endereço do Centro de Referencia da Mulher Professora Deise fica na rua dos Andradas, 1157 antigo Presidio Estadual, fone: 3968-1032 para maiores informaçoes.

Rogério Benites