rogbenites@gmail.com

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

indagações sobre a Santa Casa continuação...

A questão não é política, é técnica. Por ser tratada politicamente por muito tempo chegamos ao quadro atual. Enquanto houverem sonhadores, não haverá solução. É claro que existem trabalhadores demais para serviços de menos. Mas não é o único problema. Médicos que se utililizam da estrutura tambem deverão sofrer as conseqüências da reestruturação, pois tambem são uma das pontas do problema de Saúde de Sant’Ana do Livramento. Uma condução profissional vai beneficiar a comunidade como um todo. Mas com certeza, fazer uma grande omelete exige uma quebração de ovos. Sempre.

Discordo de ti, para nós sempre foi uma questão política, tanto é que ficou claro, que falta é representatividade que tenha posição, firmeza, temos quantidade, mas falta qualidade. Em nossa cidade estão representados os governos Lula/Yeda, o próprio governo Wainer é base aliada, dos governos federais e estaduais, temos uma deputada federal de livramento, e o que conseguiram, renegociaram a questão tributaria, não, a questão trabalhista, não, conseguiram recursos, não, exigiram auditoria para saber onde foi parar os recursos desviados, não, e o que aconteceu?
O hospital acabou fechando suas portas, por incompetência dos administradores, pela pressão médica (CREMERS), e por culpa do governo Wainer, pois sempre que os médicos requisitavam aumento salarial, Wainer para manter a média, visando se reeleger acabava dando o que os médicos pediam.

Nós do PSOL, queremos que o hospital reabra o mais breve o possível para atender a população pobre, temos certeza que abrirá, por isso sempre estaremos fiscalizando, pois onde tem recurso públicos, e lá tem e terá, será de nossa conta.

Nenhum comentário: