rogbenites@gmail.com

segunda-feira, 9 de julho de 2012

"Foi revoltante", diz neta de idosa que teve perna errada operada

"Foi revoltante", diz neta de idosa que teve perna errada operada


Maria Nunes da Silva fraturou fêmur esquerdo, mas pino foi colocado no direito

A cirurgia na perna errada de Maria Nunes da Silva, de 87 anos, ocorrida na Fundação de Saúde Pública de Novo Hamburgo (FSNH), na última sexta, gerou indignação na família da idosa. "Foi bem revoltante", exclamou Cristiane Andreia da Rosa, neta da vítima, sobre o momento em que soube do equívoco. Ela contou que um dos traumatologistas que realizou a colocação de pino no fêmur direito da paciente, sendo que a fratura era no esquerdo, teria alegado que "errar é humano". "Eu disse para ele que então o que tinha sido feito foi desumano", falou.



Conforme Cristiane, a idosa estava internada desde o dia 23 de junho e que aguardava o conserto de um aparelho necessário para a realização do procedimento. A equipe que cuidava da paciente era a mesma que realizou a cirurgia, segundo a neta. "O médico alegou que perdeu o raio-x e que minha vó que disse que era a perna direita, mas ela não é totalmente lúcida", contou. O erro foi comunicado à família por outra paciente, na noite de sexta-feira. No sábado, uma nova cirurgia foi realizada, para colocar a platina na perna correta.



Ainda na sexta, a família registrou ocorrência policial contra os dois médicos responsáveis pelo procedimento. "Queremos que tenham mais cuidado para que não cometam o mesmo erro com outras pessoas", afirmou. A assessoria de imprensa da prefeitura informou que a idosa está bem e que tem previsão de alta para esta segunda-feira. Em nota, o hospital informou que abriu uma sindicância para apurar o caso.



Veja a nota na íntegra:



"A Fundação de Saúde Pública de Novo Hamburgo (FSNH) informa que no dia 6 de julho a paciente Maria Nunes da Silva, 88 anos, internada em função de uma fratura de fêmur na perna esquerda, foi submetida à cirurgia para tratamento. A equipe médica que a atendeu, no entanto, realizou o procedimento na perna oposta. Tão logo identificada a conduta incorreta, a equipe procedeu a correção. A paciente apresenta quadro estável e prognóstico favorável, com previsão de alta ainda no dia 9 de julho.



A partir disso, a direção da FSNH, através de sindicância, está apurando os fatos e tomando todas as medidas investigativas cabíveis."



É  de indignar a situação da saúde no Brasil, Rio Grande do Sul e lógicamente em livramento, pois o que aconteceu com essa senhora já aconteceu em Livramento, não sómente, piores ainda levando a morte de vários pacientes, vide o fechamento do hospial em 2009. No entanto nós pessoas comuns, temos que "aceitar" de certa forma, pois quando estamos doentes não temos força para reclamar, e o bom senso e a sabedoria nos diz que não façamos, pois quem reclama vai para vala comun do SUS o  médico não atende mais, a cirurgia que tanto necessitamos fica para daqui a (2) anos. É triste realmente, precisamos sim de vergonha na cara tanto dos médicos, governos, federal, estadual e municipal, pois afinal pagamos impostos e muitos impostos para eles, além de atender péssimamente a população, ainda desviam os recursos, corrompem o sistema. Por isso tudo eu sempre digo:  " QUEM ROUBA DA SAÚDE COMETE DOIS CRIMES, DESVIA RECURSOS PÚBLICOS E MATA AS PESSOAS"

Neste caso da cirurgia da senhora na perna errada parece pouco, mas afirmo não é,  assim como
no mês passado uma menina foi operada do olho errado no hospital Clinicas de Porto Alegre, vejam só no Clinicas que é referência na árae da saúde, fora isso casos que não vem a publico que se sabe são a grande maioria.

" Tem que punir sim, através do judiciário, para que os mesmos possam defender-se, médicos, administradores do hospital , governo federal, estadual e muninipal da cidade de Novo Hamburgo,
afinal a saúde no Brasil é de responsabilidade dos três entes, para que isso nunca mais aconteça e sirva de exemplo para todo o Rio Grande do Sul".



Nenhum comentário: