rogbenites@gmail.com

sábado, 28 de maio de 2011

Livramento terra de corruptos?

Nos últimos dias veio à tona mais uma denúncia de corrupção na Câmara de Vereadores de Sant’Ana do Livramento, uma pendenga iniciada entre o presidente municipal do PMDB Silvio Vares e o ex-presidente da Câmara Bernardo Fontoura do PSDB, expuseram as vísceras podres do legislativo, este caso certamente, é apenas a ponta do iceberg. Desta vez é a farra dos combustíveis, onde o presidente da casa, período de 2010, vereador Bernardo Fontoura do PSDB admitiu publicamente ter abastecido várias vezes o “automóvel da família” com recursos da câmara, ou seja, com dinheiro público. Não satisfeito com a gravidade das suspeitas que pairam sobre seu mandato, o vereador tem a cara de pau de dizer que não agiu com dolo, e, caso haja comprovação de irregularidades devolverá os recursos a nossa comunidade. Aponta ele que esta prática vem sendo realizada por todos os ex-presidentes da casa desde 1997 e diz ser vitima de chantagem por parte do PMDB.

Os fatos mostram que o vereador “experiente” age na mesma linha de seus correligionários ao ocuparem cargos públicos, onde administram sempre dá problema. Quem não se lembra da corrupção no DETRAN que desviou R$ 44 milhões dos cofres públicos? Do indiciamento da Governadora Yeda PSDB. Acaso alguém pode dizer qual é um dos partidos que administra o hospital local? Qualquer coincidência não é mera ficção, é pura realidade. O vereador, “mui amigo” da dona de casa, humilde da vila que só o conhece pelo radinho e pela foto no santinho e, infelizmente, na urna eletrônica, se acha dono da coisa publica. Notem que o “nobre edil” não se satisfaz com o seu salário de R$ 4.618,00 mais benefícios acrescidos de 50% enquanto presidente da câmara de vereadores, ainda “enche o tanque” com o dinheiro do povo. A suspeita de corrupção se estabelece pelos fortes indícios e a publicação via jornal e rádios locais, o MP agora foi cutucado e terá que tomar providência.

Para o PSOL é ilegal o que fez o nobre vereador, agiu de má-fé sim, desonestamente, imoralmente. Esperamos que o vereador Bernardo Fontoura do PSDB perca seu mandato, devolva os recursos desviados e responda criminalmente pelos fatos assumidos. Caso sejam comprovados as denuncias que pesam contra outros vereadores, deverão estes seguir o mesmo caminho. Os trabalhadores, os aposentados, os pobres, as crianças, os idosos, os excluídos, a sociedade com um todo esperam por uma atitude enérgica das instituições. Que cumpram o seu papel, verdadeiramente. Justifiquem os salários que ganham.

Sobre a instalação da CPI para apurar tais fatos, será importante que se concretize, mesmo que haja suspeitas de que quase todos os vereadores estejam envolvidos no escândalo. Outro fato importante foi a declaração do vereador Melado PTB onde o mesmo afirma que reparte os recursos dos seus assessores, alegando que “não pode deixar os companheiros com fome”. Este fato deve ser investigado também, pois é ilegal apossar-se dos salários dos assessores. Comprovada tal prática, o vereador deverá sofrer as sanções da justiça, tal como a perda do mandato. O caso também foi parar no Departamento de Policia Civil do RS.

Fictício nisso tudo é o fato das possíveis punições, provavelmente tudo acabe em pizza, como os desvios de mais de R$ 500 mil da Santa Casa em 2008 que até hoje não se esclareceu, ao qual nós denunciamos, e por isso nosso presidente Rogério Benites foi e continua sendo perseguido politicamente, mas não abrirá mão de lutar pelos trabalhadores e pelo povo santanense com sempre o fez.

Enquanto o povo não entender o processo de corrupção e os partidos que sempre fazem parte dela, difícil será puni-los efetivamente. Por isso nós estamos construindo o PSOL, uma ferramenta de luta em defesa dos trabalhadores e do povo. As pessoas de bem que não aceitam a corrupção e a situação em que se encontram nossas instituições, seu lugar é no PSOL, venha construir conosco.

PSOL um partido necessàrio para os trabalhadores e o povo em defesa do Brasil.

Nenhum comentário: