rogbenites@gmail.com

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Cacalo ex-presidente do Grêmio recebe homenagem na Câmara de Vereadores de Porto Alegre




O Santanense Rogério Benites participa da homenagem a Cacalo ex-presidente do Grêmio Foo-ball Porto-Alegrense.

 Na noite desta terça-feira (18/9), o advogado, jornalista, radialista e ex-presidente do Grêmio Foot-Ball Porto-Alegrense Luiz Carlos Pereira Silveira Martins, mais conhecido como Cacalo, tornou-se o novo cidadão emérito de Porto Alegre. O título foi concedido pela Câmara Municipal, durante sessão solene realizada no Plenário Otávio Rocha, através de proposta apresentada pelo vereador Pedro Ruas (PSOL). 
 

Cacalo é hoje titular de uma coluna no jornal Diário Gaúcho e participa de debates esportivos no Programa Sala de Redação, da Rádio Gaúcha. Foi um dos dirigentes mais importantes da história do Grêmio. A solenidade foi presidida pelo vereador Mauro Zacher (PDT) e contou com a presença do prefeito José Fortunati, do presidente do Grêmio, Paulo Odone, e do ex-presidente do clube Fábio Koff. 


Segundo Pedro Ruas, Cacalo é uma pessoa admirável capaz de se destacar em qualquer atividade que estiver envolvido. "Sou muito criterioso na escolha dos meus títulos, e a figura extraordinária de Cacalo é unânime para a sociedade gaúcha", afirmou. Para Ruas, Cacalo nunca foi apenas um gremista qualquer, "ele conseguiu ser a soma e a síntese da nossa paixão pelo clube". De acordo com o proponente, por todas as instâncias do clube pelas quais passou, Cacalo foi um dirigente com o qual os gremistas se identificavam. 

"Foi um esportista que honrou a cidade onde nasceu, nos deu esperanças, superou as expectativas de milhares de torcedores. Na vida profissional, é símbolo da ética, da lealdade, do companheirismo até em momentos difíceis e delicados", elogiou Ruas ao reiterar o profundo respeito e gratidão pela amizade que tem com Cacalo. Ao dedicar suas palavras à mãe do homenageado, presente na plateia, Ruas frisou: "Porto Alegre homenageia uma pessoa que todos os dias homenageia essa cidade no seu trabalho e na sua conduta."

Utopia                      

Ao agradecer a homenagem, Cacalo disse que tem na amizade com Pedro Ruas um espelho das boas condutas e conceitos de uma vida correta. "Tenho na sua amizade, um dom que carrego comigo, agradeço a sua generosidade em propor essa honraria que jamais esquecerei", afirmou. Segundo Cacalo, o importante na vida é manter acesa sempre a utopia, os sonhos e os objetivos com o coração. "Não sou merecedor desse prêmio, não sou falso modesto, mas se fiz o que fiz durante minha vida, fiz com alma e com coração. Acreditando sempre", reiterou.

Para Cacalo, enquanto dirigente do Grêmio, sempre fez questão de se dedicar de corpo e alma às conquistas. "O Grêmio faz parte da minha vida, foram muitas vitórias e outras tantas derrotas e tristezas, mas sempre mantive minha lealdade e fidelidade a este clube. Mesmo nos momentos mais delicados, eu sempre cultivei a fé e a garra nesse time que tanto nos orgulha", afirmou ao agradecer a presença de amigos e familiares presentes na solenidade.



Trajetória

Cacalo nasceu em Porto Alegre no dia 27 de agosto de 1950. Estudou no Colégio Anchieta e fez faculdade na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs). Foi aprovado em concurso público para assessor jurídico do Instituto de Previdência do Estado do Rio Grande do Sul. 
No Grêmio, tornou-se ídolo da torcida tricolor por suas conquistas extraordinárias, acumuladas em seu destacado currículo de dirigente esportista. Foi presidente do clube, integrante do Conselho Consultivo do Grêmio, membro nato do conselho deliberativo, vice-presidente jurídico, vice-presidente de administração, vice-presidente de Futebol. 

Além do Grêmio, foi também conselheiro da Associação Leopoldina Juvenil, da Associação Gaúcha dos Advogados Trabalhistas, vice-presidente da Caixa de Assistência dos Advogados, ex-advogado-chefe da Procuradoria Jurídica do Instituto de Previdência do Estado do Rio Grande do Sul e ex-presidente do Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Gaúcha de Futebol de Salão.

Conquistas e títulos:

– campeão gaúcho, 1993; 
– bicampeão invicto da Copa do Brasil, 1994; 
– campeão da Copa Renner, 1995; 
– campeão gaúcho, 1995; 
– bicampeão da Taça Libertadores da América, 1995;
– campeão do Torneio Cidade de Porto Alegre, 1996; 
– campeão da Copa Sanwa Bank, no Japão, 1996; 
– campeão da Recopa, 1996; 
– campeão gaúcho, 1996; 
– campeão brasileiro, 1996; 
– tricampeão invicto da Copa do Brasil, 1997; 
– campeão do Troféu Colombino, na Espanha, 1997;
- vice-campeão mundial no Japão, 1995.


Nenhum comentário: