rogbenites@gmail.com

sexta-feira, 25 de março de 2011

Liberdade, liberdade

Quando iniciou a febre da internet, pensei agora poderei me comunicar com o mundo, dizer o que bem penso expor minhas idéias, pois afinal o que será de um homem que não aja para melhorar o mundo em que vive.

Entretanto escrever, pensar e publicar os textos que possam melhorar a sociedade, nem sempre è bem aceito, entendido, compreendido.


Para nossos inimigos políticos, ou qualquer pessoa è fácil acessar meu blog e saber o que estou pensando, quais meus planos, anonimamente sem deixar rastros algum.
 Desta forma se utilizam desta ferramenta para se informar, investigar e bisbilhotar o que penso e escrevo.

Naturalmente que esta è uma via de duas mãos, pois eu também, confesso bisbilhoto blogs de outros escritores como eu.

O que a todos frustra e a mim mais ainda è de que existe certa barreira imposta pela cultura local, onde não podemos expor o todo, a verdade imediata para que não sofresse-mos ainda mais com as retaliações em todos os níveis.



Ou seja, a liberdade de imprensa e democrática ainda está longe muito longe de ser completa.
E muito mais a preservar o que se pensa, como dizia o Legiao Urbana, nao use o que eu disse contra mim.

Nenhum comentário: