rogbenites@gmail.com

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Marina Silva deverá sair do PV, diz Estado de Sao Paulo

Aliados de Marina Silva avaliam que a saída da ex-senadora do PV deve ser selada em poucas semanas. A permanência seria inviável pelo fracasso na busca por mais democracia no partido e pelo fim do diálogo com a Direção Nacional da legenda. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo, a quem quatro pessoas próximas da ex-ministra do Meio Ambiente teriam afirmado que o "núcleo marineiro" está convencido da impossibilidade de conseguir mudanças consideradas necessárias para a transformação do partido, como alterações no estatuto que permitiriam eleições diretas e o fim de diretórios provisórios. Todos os aliados dão a saída dela e de seu grupo como certa.


O grupo retardaria o anúncio por estudar os próximos passos. A tendência atual seria a criação de um novo partido, mas outras hipóteses são consideradas por não haver prazo hábil para fundar uma nova sigla a tempo de participar das eleições municipais de 2012. Outro problema seria a falta de bons palanques nos Estados para Marina em 2014, problema já sentido dentro do PV, na eleição de 2010. Por outro lado, a migração para outra legenda é improvável, já que o grupo teme que situação análoga à encontrada no PV possa se repetir. Com Marina sairiam Fábio Feldmann, candidato a governador de São Paulo em 2010; Guilherme Leal, ex-candidato a vice de Marina; e João Paulo Capobianco, secretário executivo do ministério do Meio Ambiente na gestão Marina.


O PSOL se solidariza a Marina Silva e colocamos o nosso partido a disposiçao da companheira, para que venha fazer a luta contra a barbarie do capitalismo,  responsavél pela degradaçao do meio ambiente e da exploraçao dos recursos naturais.

Nenhum comentário: